Postagens

O despertar de uma grande alma: VOCÊ!

O despertar de uma grande alma: VOCÊ!

É incrível o que podemos fazer com nossas vidas.

Podemos torná-las ótimas ou insuportáveis.

Tudo depende exclusivamente de nós. Quando digo isso, falo por mim mesma e pelas dezenas de pessoas que atendo diariamente em meu consultório. Somos a construção, a manifestação da nossa própria criação. Aquilo em que acreditamos, pedimos, pensamos ou tememos, se manifesta em nossa vida. Não se trata de apenas desejarmos uma mudança, mas também de fazermos algo para que esta mudança possa acontecer. Eu costumo contar uma breve historia para meus clientes.

Nós somos os jardineiros e nossa vida é o jardim.

Se você um dia plantou uma boa semente em um solo árido, seco e duro, ela provavelmente não se desenvolveu plenamente. Mas, se depois de um tempo você for até esse jardim e adubá-lo, regá-lo com água pura e limpa, arejar a terra, provavelmente os resultados serão bem diferentes. Se, quando essa pequena semente começar a germinar e se transformar em um broto, você olhar pra ele e pensar "você não é uma planta; está demorando demais pra crescer; que cor esquisita você tem; eu sabia que daí não surgiria nada de bom", o que vai acontecer com este broto?
Se você, ao ver o desabrochar dessa pequena planta, regá-la novamente, imaginar a linda planta que está surgindo, passar a adubá-la regularmente e aguardar o tempo necessário para que ela possa se desenvolver, em algum tempo terá uma planta capaz de alcançar o máximo do seu potencial.

O mesmo pode ocorrer com a nossa vida. Nós podemos mudar nossos pensamentos e comportamentos, e ao apoiarmos nosso processo de mudança, passamos pela fase inicial mais dolorosa, que é a de quebrar a dura casca da semente. Ao confiar em seu desenvolvimento, depois de um tempo nós teremos uma nova possibilidade, uma pequena amostra do que será nossa nova vida.
Porém, para que cada mudança ocorra, precisamos dar a ela uma chance. Às vezes desejamos que algo aconteça, mas por mais que tentemos, as coisas continuam iguais.

Pode ser que você esteja "emaranhado" com alguma história do passado de sua família, e neste caso as Constelações Familiares podem ajudar você. Esta técnica, desenvolvida na Europa há mais de 30 anos, já ajudou milhares de pessoas no mundo todo a fazerem as pazes com seu passado e podendo seguir em frente livres e em paz com suas histórias. A Constelação tem um novo olhar para a sua historia. Para todos aqueles que fizeram parte dela, mesmo que você não os tenha conhecido. Seus pais, avós, irmãos, tios. Os vivos e os que já se foram. Os destinos de cada um deles e os principais fatos que aconteceram em suas vidas ainda têm uma ligação conosco e podem estar influenciando nossos relacionamentos ou nossa saúde.

Voltando para a metáfora do jardim, você é como uma árvore. Sua família é a sua raiz. Todos que fizeram parte da sua historia ajudaram a criar as suas raízes. Quando uma árvore tem raízes fortes ela pode receber alimento do solo e crescer alta e saudável. Quando a raiz é fraca, ou tem falhas e cortes, a árvore não tem força e, por mais que ela queira, talvez seja apenas como um pinheirinho de Natal que é vendido nas esquinas dentro de vasos rasos. Frágil e sem poder de crescer. Quando podemos olhar para nossa historia através das Constelações nos reconectamos com nossas raízes e ficamos então livres para crescermos fortes!

Às vezes, nesse processo de crescimento, precisamos de apoio, encorajamento e nutrição.

Para a mente: fortalecer as crenças que nos apoiam e impulsionam para frente e remover aquelas que nos limitam. Esse processo é como tirar as ervas daninhas que podem surgir perto do seu novo broto que germina.

Para o corpo: nutri-lo com alimentos que curam e trazem energia, eliminando, ao mesmo tempo, aqueles que sabemos que nos fazem mal. Exercitando nossos músculos, fazendo massagens carinhosas e curativas que libertam as memórias que ficaram gravadas dentro de nós.

Para a alma: entrando em contato com nossos sentimentos, emoções, nos conectando novamente com a essência do amor e da vida.

E ainda precisamos de tempo.

Espero que você possa escolher fazer as mudanças que vem desejando há tanto tempo.
Escolha, faça, aja! Agora!

Você merece ser feliz. É seu direito. Sua decisão.

por Constelações Familiares - nathamm@terra.com.br
Nathalie Favaron é Coach certificada pela European Coaching Association e Terapeuta Sistêmica especializada em Constelações Familiares e Organizacionais em atendimento individual.

Publicado no Clube STUM: http://somostodosum.ig.com.br/clube/c.asp?id=16061

Uma figura incomparável

Uma figura incomparável

A figura de Jesus não encontra equivalente em nenhuma outra.Qualquer que seja a personalidade humana que se pretenda estudar, ela apresenta nuanças de luz e sombra.
Em algum aspecto de sua vida, titubeou e cometeu deslizes.
Com Jesus isso não se verifica.
Ele é o Modelo dado por Deus a todos os homens.
Ao surgir no cenário terreno, já havia atingido o ápice de seu estado evolutivo.
Embora essencialmente humano, não portava nenhuma das mazelas comuns aos homens.
Justamente por isso, causou tanto impacto.
Como Ser perfeito, não se deixou contaminar por desejos e preconceitos humanos.
Transcendeu a todos os vícios, embora cheio de compaixão pelos pobres viciados.
Sua celestial sabedoria confundiu os mais doutos da época.
Sempre pacífico, nem por isso deixou de combater a hipocrisia.
Sem desrespeitar as consciências alheias, tratou de demonstrar em que realmente consistia a essência das Leis Divinas.
Valorizou as mulheres, em uma época em que nenhum direito lhes era reconhecido.
Tratou de leprosos, quando todos fugiam deles.
Amparou e encaminhou prostitutas, as quais eram objeto de intenso desprezo.
Conviveu com pessoas de má vida, sem se importar com as críticas.
Abriu os braços às crianças, encantado com sua fragilidade e com a pureza que simbolizam. Gastou tempo com seres ignorantes e rudes, sempre paciente e benfazejo.
Ele viveu no mundo, sem ser do mundo.
Amparou, cuidou e esclareceu a toda a gente, sem jamais ser manchado pela impureza que o rodeava.
Qualquer que seja o ângulo pelo qual se observa, a grandeza de Jesus impressiona.
Não se deixou tocar pelos preconceitos próprios da época.
Amou sem esperar ser amado.
Ensinou e viveu a compaixão em um período de sentimentos rudes e hábitos cruéis.
Movimentou recursos magnéticos e de cura até hoje desconhecidos.
Lançou a idéia da vida futura, como uma esperança para todos os homens.
Substituiu o conceito de um Deus vingativo e cruel pelo de um Pai amoroso.
Trata-se de uma figura incomparável, superior a qualquer outra.
E é Dele o convite que ressoa, através dos séculos:
Quem quiser vir após mim, renuncie a si mesmo, tome sua cruz e siga-Me!
* * *
Em algum momento será necessário atender ao amoroso chamado, romper com o passado de equívocos e marchar para a luz.
O seu momento pode ser agora!
Pense nisso.

Redação do Momento Espírita.Em 23.12.2008.

Natal do Coração

Natal do Coração

Abençoadas sejam as mãos que, em memória de Jesus, espalham no Natal a prata e o ouro, diminuindo a miséria e a necessidade, a fome e a nudez!...

Entretanto, se não forem iluminadas pelo amor que ajuda sempre, esses flagelos voltarão amanhã, como a erva daninha que espreita a ausência do lavrador.

Não retenhas, assim, a riqueza do coração que poder dar, tanto quanto o maior potentado da Terra!

Deixa que a manjedoura de tua alma se abra, feliz, ao Soberano Celeste, para que a luz te banhe a vida.

Com Ele, estenderás o coração onde estiveres, seja para trocar um pensamento compassivo com a palavra escura e áspera ou para adubar uma semente de esperança, onde a aflição mantém o deserto! Com Ele, inflamarão de júbilo os olhos de algum menino triste e desamparado e uma simples criança, arrebatada hoje ao vendaval, pode amanhã ser o consolo da multidão... Com Ele, podes oferecer a bênção da tolerância aos que trabalham contigo, transformando o altar de teu coração em altar de Deus!...

Que tesouro terrestre pagará o gesto de compreensão no caminho empedrado, o sorriso luminoso da bondade no espinheiro da sombra e a oração do carinho e do entendimento no instante da morte?

Natal no espírito é a comunhão com Ele próprio.

Ainda que te encontres em plena solidão na manjedoura do infortúnio, sai de ti mesmo e reparte com alguém o dom inefável de tua fé.

Lembra-te de que Ele, em brilhando na manjedoura, tinha consigo apenas o amor a desfazer-se em humildade, e, em agonizando na cruz, possuía apenas o coração, a desfazer-se em renúncia...

Mas, usando tão somente o coração e o amor, sem uma pedra onde repousar a cabeça, converteu-se no Salvador do Mundo, e, embora coroado de espinhos, fez-se o Rei das Nações para sempre.

Meimei (espírito)

LIVRO ANTOLOGIA MEDIÚNICA DO NATAL
Psicografia: Francisco Cândido Xavier - Espíritos Diversos

O Espiritismo
www.oespiritismo.com.br

Silêncio

Atitude (comercial indiano)

Este........ é um comercial indiano que não vende nenhum produto.
Fala da diferença que faz a iniciativa.
Fala da força que nasce da união.
Fala da solução pela colaboração de todos, não importa o tamanho do problema.

Fala de objetivos.
Fala de exemplos...
Algo que o mundo precisa bastante e, como mostra o filme, é tão simples de conseguir.

...Tudo começa com uma atitude!

Martha Medeiros

Um mundo sem fronteiras
Martha Medeiros
Zero Hora n° 15587


Muros caíram, países se unificaram e adotaram a mesma moeda, idiomas se propagaram e a internet coloca você em qualquer cidade em tempo real: a sensação é de que o mundo não tem, mesmo, mais nenhuma fronteira. Avança-se muito, para todos os lados, e rápido.


Ninguém pára você.


Seus pais o educavam, hoje lhe permitem tudo. O acesso à informação era restrito, hoje é total. Não há mais censura, viva! Por outro lado, a impunidade também está vencendo o jogo, a lei custa a te pegar. De celular em punho, você manda notícias de onde estiver. Você tem tudo à disposição, o mundo é um supermercado. Quer homem, quer mulher?


Não há mais assunto proibido, escolha o tema que desejar, é só postar. Diga sempre o que pensa, inclusive ofensas! É o que todos incentivam. Faça o que tiver vontade, siga seus instintos, não renuncie a seus desejos.


Tudo pode.


Tire pedaços do corpo, injete toxinas no rosto, mude de cara. Case e descase mil vezes, tenha quantos filhos quiser, tire quantos filhos quiser, você tem que conhecer o Marrocos, você tem que fazer terapia, você é a soma das suas escolhas.


Ninguém te impede nada, você é seu dono.


Claro que tudo isso é uma ilusão, uma liberdade comprada em revista, televendas da euforia, só que sem delivery, você não recebe nada em casa, fica apenas com a impressão causada: a de que esse mundo aberto, escancarado, é um convite ao impulso, ao ir em frente sem pensar.


Expansões geográficas, virtuais e cerebrais não terão atingido também os sentimentos? Havia zonas fronteiriças em nós. Até um determinado ponto, podíamos sentir raiva, mas jamais atravessar para o campo da insanidade. Podíamos terminar uma relação, mas ferir e humilhar era desnecessário. Ser autêntico não significava ser mal-educado. Falava-se muito em "a liberdade de um termina onde começa a liberdade de outro" - quando foi isso, na era paleozóica?


Você pedia dinheiro emprestado, mas fraudar já era um pouco demais. Você contava umas mentirinhas, mas prestar falso testemunho era outra coisa. Tiravam-se fotos, mas elas ficavam restritas a álbuns e porta-retratos, não iam para o YouTube. Declarações de amor eram ditas entre quatro paredes, não no Orkut. Assim como no mar, não era prudente ultrapassar a arrebentação.


O limite do prazer ia até o risco de afogamento. Sabia-se até onde se podia chegar. Para ser alegre, não precisava ser descontrolado. Havia um limite entre ser sincero e ser grosseiro. E podíamos dar uma palmada no bumbum, mas matar era exagero.

Lenda do rito de passagem da juventude dos índios Cherokees

Você conhece a lenda do rito de passagem da juventude dos índios Cherokees?

O pai leva o filho para a floresta durante o final da tarde, venda-lhe os olhos e deixa-o sozinho. O filho se senta sozinho no topo de uma montanha toda a noite e não poderemover a venda até os raios do sol brilharem no dia seguinte. Ele não pode gritar por socorro para ninguém. Se ele passar a noite toda lá, será considerado um homem. Ele não pode contar a experiência aos outros meninos porque cada um devetornar-se homem do seu próprio modo, enfrentando o medo do desconhecido. O menino está naturalmente amedrontado. Ele pode ouvir toda espécie de barulho. Os animais selvagens podem, naturalmente, estar ao redor dele. Talvez alguns humanos possam feri-lo. Os insetos e cobras podem vir picá-lo. Ele pode estar com frio, fome e sede. O vento sopra a grama e a terra sacode os tocos, mas ele se senta estoicamente, nunca removendo a venda. Segundo os Cherokees, este é o único modo dele se tornar um homem.

Finalmente... Após a noite horrível, o sol aparece e a venda é removida. Ele então descobre seu pai sentado na montanha perto dele. Ele estava a noite inteira protegendo seu filho do perigo.

Nós também nunca estamos sozinhos! Mesmo quando não percebemos Deus está olhando para nós, sentado ao nosso lado. Quando os problemas vêm, tudo que temos a fazer é confiar que ELE está nos protegendo. Se você gostou desta história, repasse-a. E evite tirar a sua venda antes do amanhecer...


Moral da história:
Apenas porque você não vê Deus, não significa que Ele não esteja conosco.

Nós precisamos caminhar pela nossa fé, não com a nossa visão material.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...