Postagens

Fique Firme, não desista

Fique Firme, não desista

Desistir é uma solução permanente para um problema temporário.
James MacArthur


Eu fico imaginando quantas pessoas desistiram dos seus sonhos apenas duas ou três semanas antes de conseguirem aquela realização tão esperada.

Um dos maiores desafios rumo a uma realização bem-sucedida é o de manter um senso de urgência em relação ao seu trabalho, e ao mesmo tempo ser paciente o suficiente para permanecer firme o tempo que for necessário.

É absolutamente importante a presença de três indispensáveis ingredientes: acreditar, ter fé e confiar.

Primeiramente: acreditar naquilo que você está fazendo.

Fé na certeza de que existe um Deus que em momento algum o desamparará; e confiar que mediante os valores que você está estabelecendo, o retorno fatalmente virá numa forma multiplicada, muitas e muitas vezes.

Se você trabalhar em algo o tempo suficiente, e sinceramente der o melhor de si a cada dia, e constantemente buscar novos rumos e estratégias a fim de aprimorar a sua perfórmance, sem nenhuma dúvida você será bem-sucedido.

Tudo aquilo que é rico de genuíno valor e significado toma tempo.

Não me interprete mal. Com isso não estou querendo dizer que você deverá simplesmente esperar que as coisas aconteçam naturalmente por si mesmas.

Saiba aonde você está indo; dê o melhor ao seu trabalho; dê tudo que é possível dar.

Providencie, transmita os valores para o maior número possível de pessoas, e então você se dará conta de que a confiança que depositou nos seus esforços será ricamente recompensada.

Nélio da Silva


Para Meditação: Tão-somente sê forte e mui corajoso para teres o cuidado de fazer segundo toda a lei que meu servo Moisés te ordenou; dela não te desvies, nem para a direita nem para a esquerda, para que sejas bem-sucedido por onde quer que andares. Josué, 1:7

O Baile da Vida

O Baile da Vida

Os anos passam...
As lembranças são eternas,a saudade permanente e nossos olhos em busca de cenas de tempos vividos.
Os anos passam...
Vivenciamos lições de vida, aprendemos a vasculhar em nossos guardados do coração e a acariciar lindos momentos que se foram para não mais voltar
Os anos passam...
Crescemos na alma, mas sempre seremos frágeis no amor
Os anos passam...
Muitos virão ou quem sabe... nossa estada nesta vida seja curta
Nada sabemos do amanhã...
Os anos continuam a desfilar na passarela do aprendizadoe nós protagonistas da vida, enfrentamos os momentos que nos fazem infelizes e nos deliciamos com os felizes!
Resumimosque a vida é um grande baile em que almas se encontram, se esbarram, se unem e se separam...
Cada qual bailando nos conflitos, nas esperanças e nas suavidadesde momentos de amor
De todos os anos que se foram, concluo que viver, é ser cada qual, em sua essência adquirida, com todas as adversidades, com as lágrimas derramadas, ainda assim, a alegria de viver é o maior presente embrulhado em papéis de brilhos de momentos...

Pensamento Francis Bacon

O homem acredita sobretudo no que ele quer que seja verdade.Rejeita coisas difíceis por incapacidade de reflexão; coisas sensatas, porque vão contra os seus sonhos; as coisas mais profundas da natureza, por superstição; a luz da experiência, por arrogância e orgulho; e aceita as coisas em princípio inaceitáveis, por respeito à opinião corrente.Francis Bacon

Nunca se justifique para ninguém

Nunca se justifique para ninguém

Porque a pessoa que gosta de você não precisa que você faça isso, e quem não gosta não acreditará.

Não deixe que alguém se torne uma prioridade em sua vida, quando você é somente uma possível opção na vida dessa pessoa.

Relacionamentos funcionam melhor quando são equilibrados.

De manhã quando você acorda, você tem simplesmente duas opções: voltar a dormir e a sonhar ou levantar e correr atrás dos seus sonhos. A escolha é sua.

Nós fazemos chorar aqueles que cuidam de nós. Nós choramos por aqueles que nunca cuidam de nós. E nós cuidamos daqueles que nunca vão chorar por nós. Essa é a vida, é estranho mas é verdade.

Uma vez que você entenda isso, nunca será tarde demais para mudar.

Não faça promessas quando você estiver alegre.

Não responda quando você estiver triste.

Não tome decisões quando você estiver zangado.

Pense duas vezes.... Seja esperto.

O tempo é como um rio.

Você nunca poderá tocar a mesma água duas vezes, porque a água que passou nunca passará novamente.

Aproveite cada minuto da sua vida...

Se você continuar dizendo que está ocupado, então você nunca estará livre.

Se você continuar dizendo que não tem tempo, então você nunca terá tempo.

Se você continuar dizendo que fará isso amanhã, então o amanhã nunca chegará.

Have a nice day !

(autoria desconhecida)

Irmãs

Irmãs

Uma jovem esposa estava sentada num sofá num dia quente e úmido, bebericando chá gelado durante uma visita a sua mãe.

Ao conversarem sobre a vida, o casamento, as responsabilidades da vida, as obrigações da pessoa adulta, a mãe remexia pensativamente os cubos de gelo no seu copo e lançou um olhar claro e sóbrio para sua filha.

- Nunca esqueça de suas "Irmãs", aconselhou! Serão mais importantes na medida em que você envelhecer. Independentemente, do quanto você ame seu marido, os filhos que porventura venham a ter, você sempre precisará de "Irmãs".

Lembre-se de ocasionalmente ir a lugares com elas; faça coisas com elas; telefone para elas..."Lembre-se que 'Irmãs' significa TODAS as mulheres... suas amigas, filhas e também todas as suas demais parentes. "Você precisará de outras mulheres".

Que estranho conselho! Pensou a jovem. Pois, não acabo de me casar? Não acabo de ingressar no mundo dos casados? Agora sou uma mulher casada, pelo amor de Deus! Uma adulta! Com certeza meu marido e a família que iniciaremos serão tudo que necessito para dar sentido à minha vida!

Contudo, ela obedeceu à mãe. Manteve contato com suas Irmãs e anualmente aumentava o número de amigas.Na medida em que os anos se passavam, um após o outro, paulatinamente ela foi compreendendo que sua mãe, de fato, sabia do que falava.
Na medida em que o tempo e a natureza realizam suas mudanças e mistérios sobre uma mulher, "Irmãs" são baluartes de sua vida.
Após mais de 50 anos de existência neste mundo, eis o que aprendi:

ISTO DIZ TUDO:

O Tempo passa.
A vida acontece.
A distância separa.
As crianças crescem.
Os empregos vão e vêem.
O amor fica mais frouxo e desaparece.
Os homens não fazem o que deveriam fazer.
O coração se rompe.
Os pais morrem.
Os colegas esquecem os favores.
As carreiras terminam.

MAS...

As "Irmãs" estão lá, não importa quanto tempo e quantos quilômetros estão entre vocês.
Uma amiga nunca está mais distante do que o alcance de uma necessidade.
Quando você precisa caminhar naquele vale solitário e precisa fazê-lo só, as mulheres de sua vida estão na beira do vale, impelindo-a a prosseguir, rezando por você, torcendo por você, intervindo em seu favor, e esperando-a de braços abertos no final do vale.
Às vezes romperão até as regras e caminharão ao seu lado...
Ou entrarão para carregá-la para fora.
Amigas, filhas, netas, noras, irmãs, cunhadas, mães, avós, tias, sobrinhas, primas, e a família extensa, todos abençoam nossa vida!
O mundo não seria o mesmo sem mulheres, nem tampouco eu.
Quando iniciamos esta aventura chamada condição feminina, não sabíamos das incríveis alegrias ou tristezas que estavam adiante.
Nem sabíamos o quanto precisaríamos umas das outras.
A cada dia que passa mais precisamos de nós mesmas.
(autor desconhecido)

Persistir

Persistir

Antes que o dia termine, cuide para não deixar seus sonhos encostados no canto das lamentações, abandonados ao parecer do impossível.
Não sem ao menos tentar, não sem ao menos idealizar um plano de metas.
Triste não é o "não realizar", triste é o abandonar do barco, é nem começar a corrida, é o medo de ter medo, é o não tentar...
Persiste!
Ainda que as lágrimas impeçam a boa visão,ainda que as pessoas digam não, ainda que o tempo mude e o vento sopre para outra direção, ainda assim, o ponto final ainda pode ser reescrito, e é assim que os vitoriosos conseguem conquistar:quando vencem a si mesmos.
Não há segredo, nem mistério, há sim, uma força além do normal, um estado de confiança que ultrapassa as dificuldades, pois quem espera que a vida seja feita de pétalas, acaba se espetando no primeiro espinho, e sangrando desiste, e chorando se lamenta.
Persiste!
Segue esse caminho que você traçou, sabendo que toda montanha tem duas faces, logo depois da cansativa subida vem a descida, se está muito calor, logo vem a chuva, e depois do longo inverno, a Primavera traz o renascer.
O Sol ainda brilha lá fora, mas é preciso sair de casa para senti-lo!
Tenha coragem, persiste, ainda que seja noite, amanhã será o seu dia de brilhar!

Paulo Roberto Gaefke

Mutantes

Mutantes
Deepak Chopra

"A causa da doença é geralmente muito complexa, mas uma coisa é certa: ninguém provou ainda que é necessário adoecer."

"Somos as únicas criaturas na face da terra capazes de mudar nossa biologia pelo que pensamos e sentimos!

Nossas células estão constantemente bisbilhotando nossos pensamentos e sendo modificados por eles. Um surto de depressão pode arrasar seu sistema imunológico; apaixonar-se, ao contrário, pode fortificá-lo tremendamente.
A alegria e a realização nos mantém saudáveis e prolongam a vida.


A recordação de uma situação estressante, que não passa de um fio de pensamento, libera o mesmo fluxo de hormônios destrutivos que o estresse.
Suas células estão constantemente processando as experiências e metabolizando-as de acordo com seus pontos de vista pessoais.
Não se pode simplesmente captar dados brutos e carimbá-los com um julgamento.
Você se transforma na interpretação quando a internaliza.

Quem está deprimido por causa da perda de um emprego projeta tristeza por toda parte no corpo – a produção de neurotransmissores por parte do cérebro reduz-se, o nível de hormônios baixa, o ciclo de sono é interrompido, os receptores neuropeptiídicos na superfície externa das células da pele tornam-se distorcidos, as plaquetas sanguíneas ficam mais viscosas e mais propensas a formar grumos e até suas lágrimas contêm traços químicos diferentes das lágrimas de alegria.

Todo este perfil bioquímico será drasticamente alterado quando a pessoa encontra uma nova posição. Isto reforça a grande necessidade de usar nossa consciência para criar os corpos que realmente desejamos.
A ansiedade por causa de um exame acaba passando, assim como a depressão por causa de um emprego perdido.
O processo de envelhecimento, contudo, tem que ser combatido a cada dia.

Shakespeare não estava sendo metafórico quando Próspero disse: “ Nós somos feitos da mesma matéria dos sonhos.”
Você quer saber como esta seu corpo hoje?

Lembre-se do que pensou ontem.
Quer saber como estará seu corpo amanhã?
Olhe seus pensamentos hoje!
Ou você abre seu coração, ou algum cardiologista o fará por você!”

Texto do Livro: Saúde Perfeita de Deepak Chopra
Indiano radicado nos EUA desde a década de 70, médico formado na Índia, com especialização em Endocrinologia nos Estados Unidos. Filósofo de reputação internacional, já escreveu mais de 35 livros, um dos mais respeitados pensadores da atualidade.

Os Outros

Os Outros
Graça Craidy

Não canso de me surpreender, toda vez que me dou conta do quanto as pessoas pensam diferente umas das outras.
Do quanto cada olho é único, primitivo e original, na labuta de traduzir a própria percepção.
Lembro da velha fábula dos cegos passando a mão num elefante, cada um interpretando o bicho à sua maneira. "É fininho e curto", diz o que apalpou o rabo. "É redondo e grosso", garante o que tocou a tromba. Todos eles certos, do seu ponto de vista, todos parciais, do ponto de vista do elefante. Uma questão de onde você coloca a câmera e com que repertório avalia o que vê.
Se o seu repertório é amplo, cheio de olhares guardados, certamente você vai ver muitas coisas, como o Pequeno Príncipe do Saint-Exupery enxergava lindos significados num borrão mal-desenhado.
Se o seu repertório é limitado, você quase sempre vê as mesmas coisas. Tudo lhe ronca igual.
Um dia um colega partilhou comigo a sua genial descoberta, que mais tarde descobri ser também a opinião do psicanalista Lacan: "As pessoas não ouvem, Graça, as pessoas in-ter-pre-tam".

Ri muito, na época, e, hoje, cada vez que topo com mal-entendidos, me vem à mente a frase dele. Mal-entendido, não: interpretação!
Por sinal, uma das coisas boas de a gente ficar mais velha é entender que boa parte do tempo as pessoas não agem contra seus interlocutores, mas simplesmente porque são o que são.

Isto é, nada pessoal. O sujeito que esbraveja por qualquer dá-cá-aquela-palha, a criatura que não devolve sorrisos, o indivíduo que enrijece o corpo na hora do abraço, a fulana incapaz de usar aquelas quatro expressõezinhas básicas por favor - com licença - desculpe - muito obrigada, me responda sinceramente: o problema é deles ou é seu? Claro que é deles!
Como diria o Simpson do desenho animado: "Não fui eu. Já estava assim quando eu cheguei!".
Bem a propósito, o filósofo francês Jean-Paul Sartre alertava: "O inferno são os outros".

Ora, se todos nós, em algum momento, somos o inferno do outro, melhor aprender de uma vez por todas a tourear os demônios que nos habitam.
E a primeira coisa que a gente devia se propor é não ficar ofendido porque o outro pensa diferente. Afinal se cada um tem a sua cabeça, única, pessoal e intransferível, deveria inclusive ser natural emitir a própria opinião. Não a do outro. E desse respeito mútuo e desofendido, quem sabe quantas novas trocas?
A verdade, enfim, é uma só: pensar diferente não é ofensa nem desamor.
Mas, apenas isto: pensar diferente.
Entendeu, querido leitor? Ou interpretou?

Valores da Vida

Todo intercâmbio entre as almas está em constante processo de renovação no sustento da marcha evolutiva de todos.
Nenhum coração pode viver normalmente sem companhia.
Olhar, gesto e palavra, ocorrências naturais em qualquer recanto da vida terrestre, tem significações profundas para a garantia da felicidade.
O olhar exprime os mais diversos sentimentos na mímica da face.
O gesto pode ser o movimentos inicial de grandes ações.
A palavra constrói ou destrói facilmente e, em segundo, estabelece, por vezes, resultados vitais para muitos anos.
Toda criação da consciência reveste-se de importância particular.
Desde o pensamento isolado a germinar da forja do cérebro à plasmagem respectiva, tudo se afirma com valor específico, registrado, medido e julgado por Leis Inderrogáveis.
Modificam-se os valores da vida externa, segundo os valores do entendimento.
Examinemos semelhante realidade.
O arco e a flecha, preciosos para o selvagem, carecem de proveito nas mãos do homem relativament instruido.Uma enciclopédia mostra expressão diferente aos olhos do professor e aos olhos do analfabeto.
As notas musicais são melodias para o músico e vibrações sonoras para o físico.
O desespero desconhece a paz que mora invariavelmente no centro da vida.
A teimosia apenas aprova o que lhe convém às cristalizações.
O egoismo vê concorrentes em todas as criaturas.
A fraternidade encontra irmãos em todos os companheiros.
A avaliação do bem e do belo varia, portanto, de espírito a espírito, de acordo com o burilamento íntimo de cada um.Levantemos o pensamento para Jesus.
O Evangelho reune os valores indestrutíveis.Aproveita o mínimo ensejo de auxiliar aos semelhantes.Observa o lado nobre das ocorrências.
Ajusta o colorido do otimismo nas telas do cotidiano.
Confia e espera com paciência.
O objetivo maior da Criação é a felicidade real de todos.
Estuda ao redor de teus passos se os seres e as coisas, os fatos e as vidas premanecem estacionários ou progressistas, na procura de valores eternos e, buscando a tua própria integração com o melhor, caminharás firmemente no rumo da perfeição.

Primeiros Erros, Capital Inicial

Primeiros Erros
video
Capital Inicial

Receita de Alegria, Pablo Picasso












Martha Medeiros

O travesseiroMartha MedeirosZero Hora.com 30 de julho de 2008 n° 15678
Eu estava na sala de embarque quando reparei naquele homem sisudo. Estava de terno escuro, gravata escura e tinha o semblante muito sério. Viajava sozinho. Não era um turista, percebia-se que iria voar a negócios. Segurava uma pasta executiva 007 numa mão. Na outra, um travesseiro.

Eu não conseguia tirar os olhos daquele travesseiro. Com fronha. Ela era branca com nuvenzinhas azuis. Um objeto íntimo nas mãos de um provável empresário que iria dormir num flat ou num quarto de hotel e que não colocaria sua cabecinha em nenhum outro travesseiro que não fosse o seu.

Comecei a entender melhor a expressão "vôo doméstico".

Tempos atrás, andar de avião era uma coisa chique. As pessoas se arrumavam bem, colocavam seu melhor casaco e não conseguiam disfarçar uma certa emoção (frisson seria a palavra apropriada). Mesmo sem querer, sentia-se no ar um quase esnobismo. Definitivamente, não era uma galera de rodoviária. Estavam num aeroporto, um lugar onde tudo era límpido, elegante, iluminado e levemente erótico, a começar pela voz que saía dos alto-falantes anunciando a chegada e partida de outros eleitos.

Hoje uma voz anuncia, com certo tédio, que o embarque que seria efetuado no portão 6 será efetuado no portão 13 por causa do remanejamento das aeronaves, e que haverá um atraso de duas horas por falta de tripulação, e ninguém reclama, porque já tivemos dias piores (se bem que os dias piores podem voltar com a greve dos aeroviários).

Hoje vale tudo: viajar de chinelo, barriga de fora e travesseiro na mão. A questão do travesseiro é instigante, porque é sabido que tem gente que não consegue mesmo dormir longe do seu. E há apegos ainda mais radicais. Uma vez, ouvi uma moça perguntando a outra por que ela levava uma mala tão gigantesca para passar apenas um final de semana fora. Resposta: porque ali dentro estavam seu travesseiro e seu edredom.

O edredom era de estimação também.

Eu sei que são inúmeros os afeiçoados ao próprio travesseiro. É como a menina que não viaja sem sua boneca, o menino que não sai de casa sem levar seu carrinho: são objetos que nos dão a sensação de que não estamos partindo totalmente. Podemos estar sem pai nem mãe nesse mundão de Deus, mas trazemos algo do nosso lar. É um conforto mais espiritual que material.

Já eu acredito que viajar é sempre uma aventura e que devemos estar preparados para as surpresas que virão, incluindo o travesseiro do alheio, que pode não ser o ideal para nossa coluna torta. Mas há quem não aceite que vida é risco. O fato é que já vi gente com as mais diversas e corriqueiras bagagens de mão: térmica, cuia, raquete, violão, Bíblia, berimbau, cachorrinho, crianças, mas chegar ao aeroporto pela manhã com o travesseiro ainda quente e com a fronha babada é, no mínimo, um ato de extrema personalidade. Bem que fazem. Dormem feito anjos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...